quarta-feira, 12 de setembro de 2007

Mais algumas de Jundiaí!

O filósofo olhou seus apostólos de maneira grave. Antes de falar um longo suspiro. Então anunciou:
-Descobri minha missão na terra.
O apostólo Alan achando que já conhecia a tal missão comentou:
-Mostrar a importância de Gilberto Gil para as gerações de hoje e futuras?
-Não, não é esta missão. Isso era um engano do passado. Minha missão é mudar o mundo. Vi isso hoje, no trem vindo pra cá...
O apóstolo João Paulo comentou com ar distante:
-É que foi a primeira vez que ele viu pobres...
O mestre continuou:
-É, quando a gente vai se afastando de São Paulo, vai vendo a realidade. Nós que somos mais instruídos temos a obrigação de ajudar essas pessoas, de mudar a vida dela.
Thais, a única apóstola mulher deu início a um brilhante discurso, sobre a pretensão de certos artistas intelectuais pequenos burgueses em mudar a vida dos assim entendidos como mais desfavorecidos e a distância de suas ações idealizadas e a verdadeira realidade. Discurso que será publicado nas Obras completas de Thais Hércules.
No rádio do bar a melhor resposta pra toda a tal questão levantada:
-"Por que você não passa lá?
Por que você não passa lá?
Você tem meu endereço
Você sabe onde me encontra
Mas você não passa lá"
E tudo acabou sendo resolvido com mais alguns goles de cerveja e bora se apresentar no Festival.

Um comentário:

Masimo Trofisi disse...

Resumindo: qual era a marca de cerveja que o Dona Bandalha tomava?