sexta-feira, 6 de junho de 2008

Conexión Brasil – Argentina parte IV

Sim, eu sei. Esse negócio de falar de nuestros hermanitos começou a ultrapassar os limites da decência para qualquer ser humano com alma verde-amarela. O Alan até tentou disfarçar com o post sobre o sonho do Guilherme com o Pelé mas não rolou. Pois bem, Mariana chegou aqui com o propósito muito claro de dominação do mundo e, esperta que só ela, foi atacar a maior nação do Mercosul e a única que não fala espanhol. A dominação Argentina pode ser muito bem-vinda nos quesitos


vinhos,


literatura,


música y otras cositas más.

O risco que corremos é o da imposição do corte de cabelo com mullets descarados,


a encheção de saco dos peronistas que restaram no país e...


...por Dios, Cristina Kirchner e família.


Ta, mas por enquanto vamos falar do que nuestros hermanos têm de bom lá do outro lado.

Ontem, ou anteontem, já que o meu relógio biológico está completamente desregulado, conheci alguns trabalhos de humoristas argentinos. Prato cheio para a bandalha ávida por novidades (se é que podemos chamar de novidades coisas da década de 90) e mais um avanço da argentina ensandecida no tabuleiro de War que montamos aqui em casa com o mapa da América do Sul. Deixo vocês com Las Ardillets, que era um quadro do programa Cha Cha Cha, exibido na TV Publica da Argentina com Alfredo Casero, Diego Alberti e Capusotto, hoje separados. Aquele caso básico de programas humorísticos que começam sem verba nenhuma e com muita verve. Uma história que conhecemos bem por aqui...

2 comentários:

barbarapravariar disse...

Tem aquela banda de punk rock (que toca também ska) argentina... Attaque77

http://www.youtube.com/watch?v=74yVXR_tqzw

deveras interessante!
Tdo bem, não é novidade (final da década de 80), né?
Enfim, é isso...tchau!

Madame Bovarrenta Cê Muá disse...

Vou pesquisar. E não se preocupe com o repertório oitentista. A trilha sonora da casa não consegue ir muito além das décadas de 80 e 90...