quinta-feira, 26 de junho de 2008

Os 30 mais dos bandalhas - álbum nº 01


Faz um bom tempo foi lançada a proposta para que todos os bandalhas fizessem uma lista dos “30 mais” da música popular brasileira. Passou Natal, virou o ano, todo mundo caiu no samba no Carnaval e lista que é bom, nada. O assunto foi enterrado numa vala comum junto com outras idéias bandalhas como a peça do menino que botou um ovo (cuma?), algumas composições maizomeno e o meu figurino velho da Fada Dourada.

Listas são ótimas para quem não as faz. É ótimo ver Jack Black defendendo seus “5 melhores sei lá o que” com aquela verve toda no Alta Fidelidade, xingar a lista dos cri-críticos quando estes já não tem mais assunto em dezembro. Mas tente construir a sua como os “30 mais da música brasileira”. Quais são os critérios? Por que vou deixar de fora o disco “Y” e preferir o disco “X”? Eu lá tenho competência pra fazer uma lista dessas? Ah, dúvidas cruéis...

Mesmo assim, tratei de ressuscitar a minha lista. Não consegui chegar aos 30 mais. Explico: eu não fiz um exercício de garimpo pra achar os títulos, pelo contrário. O problema é que tem muita coisa boa na música brasileira e ficou bem difícil montar o quebra-cabeças todo. Aviso desde já os leitores furiosos que não tive coragem de colocar os discos numa ordem hierárquica e que a minha relação é toda idiossincrática, como toda lista é. Mas não existe crítica mais feroz do que eu mesma. Pode ser que amanhã eu queira refazer a lista toda e vire aquele samba de criolo doido na cabeça. Mas esse é um nó bom de desatar.

Contentem-se em ver, toda quinta-feira, um disquito que a Bovarrenta gosta de ouvir na vitrola (porque eu sou vintage, como disse um amigo meu).

2 comentários:

Alan Livan Bandalheira disse...

Rêrê. Lembro-me quando inventei essa onda de fazer nossa lista dos vinte discos feitos por brasileiros escolhidos pelo pessoal da Dona Bandalha. Cada um deveria mandar uma lista com trinta e desses trinta veríamos os vinte mais votados. Pfff... Jacaré mandou? Nem ninguém da Dona Bandalha. Mas beleza, vamos publicando a listinha aos poucos, e se seguirmos o exemplo da Thais os trinta mais da Dona Bandalha será uma lista de, deixa eu ver... 180 discos! Háhá!

Madame Bovarrenta Cê Muá disse...

Verdade, Alan. Se deixar eu coloco uns 250 discos nessa lista!